Albendazol O Que é? Para Que Serve? Como Deve Ser Tomado?

O medicamento Albendazol é utilizado no combate à verminoses e parasitas. Pode ser ingerido não apenas por crianças acima de 2 anos, mas também por adultos. É um antiparasitário eficiente, capaz de produzir resultados bem satisfatórios.

Entretanto, por ser um medicamento, deve ser utilizado conforme a orientação médica. Qualquer medicamento oferece riscos se administrado sem as devidas precauções descriminadas na bula.

Albendazol O Que é? Para Que Serve?

Albendazol - saudedesconplicada
Albendazol Para Que Serve?

O Albendazol é indicado para o tratamento contra infecções causadas por
Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura, Enterobius vermiculares, Ancylostoma duodenale, Necator americanus, Taenia spp, Strongyloides stercoralis, Hymenolepis nana e Opisthorchis viverrini, que podem atingir crianças e adultos, como dissemos.

Além disso, este medicamento é indicado para combater a giardia, giardíase, em crianças. Contudo, com idade mínima de 2 anos.

Pode ser encontrado em farmácias e drogarias com diversos nomes comerciais como por exemplo Parasin, Alzoben, Vermiclase, Mebenix, Albel, Zentel, Benzol, Alba 3, Albavermin, Monozol, Albendy e Vermital.

O preço pode variar conforme o laboratório fabricante, localidade onde é comercializado e forma de apresentação. Entretanto, o valor varia entre R$ 3 e R$ 20.

Leia L-carnitina Para Que Serve Benefícios e Contraindicação

Albendazol Como Deve Ser Tomado?

O Albendazol deve ser tomado de acordo com a prescrição médica. Pois ele irá avaliar a causa a ser tratada e irá indicar a dose conforme a idade do paciente. Existem diversos casos onde este medicamento é administrado em dose única. Ou em duas doses com intervalo de dias entre elas.

Contudo, em algumas situações esta medicação é indicada para as outras pessoas que residem na mesma casa com o paciente. Pois assim, pode-se evitar uma nova contaminação. Assim como, pode ocorrer a necessidade de repetir o ciclo de tratamento após alguns dias.

O Albendazol em comprimido pode ser mastigado. Em caso da administração para crianças, pode-se amassá-lo e misturá-lo em 1/2 copo de água, para facilitar a ingestão.

Posologia

Pode ocorrer casos onde o médico receite uma dosagem específica para o tratamento da infecção conforme o tipo de parasita ou verminose. Como por exemplo:

1 – Ascaris lumbricoides, Necator americanus e Trichuris trichiura: trata-se adultos ou crianças acima de 2 anos. Dose única de 400 mg  (dois comprimidos de 200 mg ou 1 comprimido de 400 mg) .

2 – Enterobius vermicularis e Ancylostoma duodenale: trata-se adultos e crianças acima de 2 anos. Dose única de 400 mg (dois comprimidos de 200 mg ou 1 comprimido de 400 mg).

3 – Strongyloides stercoralis, Taenia sp. ou Hymenolepis nana: trata-se adultos e crianças acima de 2 anos de idade. Dose de 400 mg (dois comprimidos de 200 mg ou 1 comprimido de 400 mg), sendo 1 dose diária, durante 3 dias.

 4 – Giardíase: trata-se crianças de 2 a 12 anos de idade. Dose de 400 mg (dois comprimidos de 200 mg ou 1 comprimido de 400 mg), sendo 1 dose por dia, durante 5 dias.

5 – Larva migrans cutânea: trata-se adultos e crianças acima de 2 anos. Dose 400 mg (dois comprimidos de 200 mg ou 1 comprimido de 400 mg), sendo 1 dose por dia por 1 a 3 dias.

6 – Opistorquíase (Opisthorchis viverrini): trata-se adultos e crianças acima de 2 anos. Dose de 400 mg (dois comprimidos de 200 mg ou 1 comprimido de 400 mg), em 2 doses por dia, durante 3 dias.

Contraindicação do Albendazol

O medicamento Albendazol não deve ser utilizado por pessoas que tenham apresentado qualquer tipo de reação alérgica a um dos componentes da sua fórmula.

Além disso, é contraindicado para mulheres grávidas, mulheres que estejam amamentando. Assim como, para aquelas que estão tentando engravidar.

Caso esteja fazendo o uso de qualquer outro medicamento, informe ao médico. Pois este medicamento não deve ser combinado com alguns outros componentes. Como no caso de medicamentos como praziquantel, cimetidina ou dexametasona, por exemplo.

Efeitos Colaterais do Medicamento

Após a ingestão do Albendazol pode ocorrer dor no estômago, dor abdominal, dor de cabeça, tontura, enjoo, vômitos ou diarreia.

Em casos de reações alérgicas, podem vir acompanhadas de dificuldade de respirar, inchaço na face, lábios ou gargante. Além disso, coceiras e brotoejas.

Em caso de qualquer tipo de reação alérgica ou sintomas que persistirem, a continuidade do tratamento deverá ser avaliada.

Acesse a bula do medicamento Albendazol para mais informações. Consulte o médico antes de utilizar este medicamento. 

Veja Implante Contraceptivo Valor Quanto Custa? Funciona?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *