Gravidez Psicológica Sintomas, Causas e Tratamento

A gravidez psicológica pode ser originada através de diversas causas e necessita acompanhamento médico. Em alguns casos seus sintomas podem chegar ao extremo, como a percepção de contrações e fortes dores abdominais. O que pode ser confundido com sinais de um trabalho de parto.

Para muitas pessoas, este tipo de gravidez trata-se simplesmente de uma invenção da mulher que passa por todos estes sintomas. Contudo, trata-se de um problema real que exige um tratamento.

Gravidez Psicológica O Que é?

Gravidez Psicológica - Dona Girafa
Como Tratar uma Gravidez Psicológica

A gravidez psicológica é a presença de alguns sintomas de uma gravidez real, no entanto, sem a existência do feto. Ou seja, não houve a fecundação do óvulo pelo espermatozoide, o que dá início à uma gestação.

Este tipo de gravidez é tratada como sintoma de um desiquilíbrio psiquiátrico e ainda hoje, muitas mulheres passam por este problema. Cientificamente, dá-se o nome de Pseudociese. O organismo atende aos comandos psicológicos, fazendo com que sejam percebidos os sintomas de uma gravidez real.

Normalmente, iniciam logo após ao período fértil, pois o organismo apresenta alguns sintomas da TPM, como inchaço abdominal e dos seios ou enjoos. Contudo, quando a mulher é acometida por este distúrbio, estes sintomas podem durar mais dias.

Além disso, com o passar dos dias, a mulher começa a sentir outros sintomas que faz com que ela tenha certeza que está grávida. Mesmo com o resultado negativo dos exames. Por isso, deve ser tratada por um especialista.

Veja Dieta na Gravidez O Que Comer e Não Comer?

Gravidez Psicológica Sintomas

Como falamos, os sintomas da gravidez psicológica são idênticos aos de uma gravidez real. Devido à um possível quadro de ansiedade ou de depressão, o organismo produz desde sensações até hormônios que fazem com que ela tenha convicção que está gestante.

Entre os sintomas mais comuns podemos destacar:

  • Enjoo;
  • Tonteiras;
  • Apetite aumentado;
  • Sensação de sonolência;
  • Atraso menstrual;
  • Aumento da região abdominal;
  • Aumento e sensibilidade nos seios;
  • Sensação do bebê se mexendo na barriga;
  • Desejos alimentares;
  • Produção de leite.

Estes sintomas são percebidos não necessariamente após o atraso menstrual e para a mulher são bastante reais. Em alguns casos, fazendo com que ela sinta até mesmo as contrações em um falso trabalho de parto.

Causas da Gestação Psicológica

Há alguns anos atrás, a mulher era mais cobrada quanto a necessidade de ter filhos. Pois a sua principal função era cuidar da casa, do marido e dos filhos. Contudo, com o passar dos anos, essa ideia vem sendo mudada e hoje ter filhos não é mais uma “obrigação”.

Entretanto, ainda existem aquelas que se deixam levar pelas cobranças que ainda existem na sociedade, mesmo que pequena. Quando você está solteira, cobram o casamento. Quando você se casa, começam as cobranças sobre engravidar e ter filhos.

Está é uma das possíveis causas de uma gravidez psicológica: a cobrança! Em alguns casos, a mulher faz comparações com outras mulheres e começam a cobrar de si mesmas. O que gera ansiedade, afetando o aspecto psicológico.

Existem aquelas mulheres que desejam tanto ter um filho, que desencadeiam uma gestação psicológica. E quando descobrem que não estão grávidas, entram em profunda depressão.

Outras, após passarem por diversas perdas, como abortos ou partos prematuros, começam a perceberem os sintomas e acreditam que possam estar novamente grávidas.

Um outro grupo de mulheres que passam pela gravidez psicológica são aquelas que não querem engravidar de maneira alguma. Elas se sentem tão apreensivas com o assunto que ao perceberem qualquer um dos sintomas, começam a sofrer, por acreditarem que estão grávidas. Dando origem à uma gestação psicológica.

Exames para Identificar uma Gestação Psicológica

Os exames para identificar a gravidez psicológica são os mesmo que podem identificar uma gestação real. Como o teste da urina, que pode ser comprado em qualquer farmácia. Ou o exame de sangue, para verificar a presença do hormônio que é produzido pelo organismo da mulher grávida: Beta HCG.

Este hormônio é produzido apenas nesta condição. Sendo assim, a mulher que estiver passando por uma gestação psicológica, ao realiza-lo obterá o resultado negativo.

O terceiro exame para constatar a gravidez é a ultrassonografia pélvica ou transvaginal. Através deste exame é identificado a presença do saco gestacional e do embrião.

Tratamento Para Gravidez Psicológica

Porém, mesmo com o resultado negativo do teste de urina, do exame de sangue e da ultrassonografia, algumas mulheres seguem com a certeza da gravidez. Sendo assim, é necessário o encaminhamento para um tratamento psicológico e até mesmo psiquiátrico.

O médico ginecologista poderá avaliar as causas do atraso menstrual, indicando uma medicação que faça com que o ciclo retome a normalidade. E para os casos em que a mulher esteja produzindo leite, ele indicará o tratamento adequado para controle hormonal.

O acompanhamento psicológico poderá tratar as causas ou traumas que levaram a desenvolver este desequilibro. Além disso, poderá indicar hábitos saudáveis que ajudem a aliviar a ansiedade, o estresse e a depressão. Como por exemplo a prática de atividades físicas.

Além disso, o apoio familiar e de amigos se torna bastante importante nesta situação. Realizar atividades que preencham o tempo, que façam com que você se desenvolva em outras áreas poderá ajudar a se livrar da ansiedade. Conforme a opinião de muitos especialistas, ela pode atrapalhar o objetivo de engravidar.

Saiba Como Perder Peso para Engravidar com Hábitos Saudáveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *