Dieta Enteral Artesanal ou Industrializada Cuidados

Após a alta hospitalar alguns pacientes necessitam de um tratamento especifico para que alcancem o restabelecimento da saúde mais rapidamente. Sendo assim, costuma-se indicar a dieta enteral artesanal para aqueles que retornaram para o lar com dificuldades na alimentação.

Esta forma de alimentação visa maior conforto para o paciente e segurança para que ele se alimente da maneira adequada. Entretanto, alguns cuidados são necessários na administração desta dieta pra evitar qualquer tipo de contaminação e risco para a saúde do paciente.

Dieta Enteral Artesanal O Que é?

Dieta Enteral Artesanal - Endocrino
Dieta Enteral Deve Ser Receitada Pelo Nutricionista

A Dieta Enteral Artesanal ou Dieta Enteral Caseira é aquele tipo de alimentação que o paciente por apresentar algum tipo de dificuldade em alimentar-se normalmente, irá assumir após a alta hospitalar.

Entretanto, esta dieta é bastante utilizada em ambiente hospitalar para o fornecimento dos nutrientes, vitaminas e sais minerais necessários para a reabilitação do paciente seja após alguma cirurgia ou em caso de alguma doença.

A administração desta dieta é feita via sonda. Podendo ser posicionada tanto no estomago, que é chamada sonda nasogástrica. Quanto no intestino delgado, chamada de sonda nasoentérica. Contudo, a alimentação por estas vias deve ser líquida.

É indicado este tipo de dieta para pacientes que apresentam dificuldade em engolir, deglutir ou digerir os alimentos. Pois a maior preocupação após a alta hospitalar é que estes pacientes recebam uma alimentação adequada para que o restabelecimento da saúde aconteça da maneira mais rápida possível.

Se tratando de pacientes que necessitam desta dieta definitivamente, a administração adequada é importante, pois ajuda a promover maior qualidade de vida para o mesmo.

Saiba Como Aumentar Metabolismo Rápido

Diferença entre a Dieta Caseira e Industrializada

A dieta enteral pode ser artesanal, conhecida também como caseira. Ou industrializada. Existem médicos que optam pela indicação da dieta artesanal e outros pela indicação da dieta industrializada.

O mais importante neste aspecto é que as doses de nutrientes e vitaminas sejam consumidas de maneira satisfatória. Com o objetivo de alcançar o sucesso no tratamento. Contudo, os cuidados na preparação da dieta enteral artesanal exige mais dos familiares ou cuidadores do paciente.

A dieta artesanal que é aquela preparada em casa, com alimentos in natura. O nutricionista indica quais os componentes desta dieta de acordo com a necessidade nutricional do paciente. A concentração do alimento deve ser o mais liquido possível.

Por isso, para finalizar o preparo do alimento, deve batê-lo no liquidificador ou processador. Além disso, coar a dieta em uma peneira para que não reste nenhuma porção sólida.

A dieta industrializada tem a administração bem mais prática. São comercializadas em pó, para serem dissolvidas em água antes de ser consumida. Ou na consistência liquida. Sendo assim, praticamente pronta para ser consumida, seguindo as recomendações da nutricionista.

Dieta Enteral Artesanal e Industrializada Cuidados

Tanto para a administração da dieta artesanal quanto da dieta industrializada é necessário alguns cuidados extremamente importantes com a higiene. No caso da artesanal, os cuidados vão desde a limpeza do ambiente onde os alimentos serão preparados até a manipulação dos mesmos.

Qualquer tipo de probabilidade de contaminação destes alimentos deve ser descartado para que não contamine o paciente fazendo piorar o estado de saúde e até leva-lo a morte. Por isso, em casos como o cuidador ou familiar não dispõe muito tempo para se dedicar nesta preparação é comum optar pela dieta industrializada.

Não só a dieta artesanal, mas também a industrializada deve ser consumida em 24 horas, se mantida na geladeira. Quanto à temperatura da dieta, é indicado que seja consumida em temperatura ambiente, pois o aquecimento pode ocasionar a perda de nutrientes.

A manutenção e limpeza da sonda devem observadas de maneira adequada. O médico deverá avaliar a possibilidade da troca sempre que necessário. Ao manusear utensílios para preparação da dieta ou mesmo ao oferecer para o paciente, deve manter a higiene das mãos e braços, até a altura dos cotovelos.

Outro ponto importante na administração da dieta é a posição do paciente. Ele deve estar senda ou inclinado com a cabeceira da cama elevada 45 e 90º. Pois assim é evitado qualquer tipo de possibilidade de refluxo ou que o paciente aspire a dieta.

Em caso de qualquer intercorrência durante a administração da dieta deve acionar serviço hospitalar de urgência, se necessário.

Leia Dieta Bulking Para Ganhar Massa Muscular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *